FESTA DA MAÇÃ SUPERA EXPECTATIVAS

Superando todas as expectativas de público inicialmente previstas, a Festa da Maçã encerrou no domingo (10/02) coroando o trabalho de toda uma equipe envolvida na retomada do evento, após 15 anos.
Nos três dias, segundo balanço da Comissão Organizadora, a circulação alcançou 50 mil pessoas. Esse resultado pode ser atribuído as atrações que foram o grande diferencial da Festa. Humberto e Ronaldo na sexta-feira, Fernando e Sorocaba no sábado e Amado Batista na noite desse domingo foram assertivas. “As escolhas por esses artistas que estão entre os mais populares do Brasil levaram ao Parque da Maçã um público diferenciado, vindo principalmente da região meio-oeste, bem como visitantes de outras regiões do Estado”, ponderou a prefeita Claudete Gheller Mathias.
O sucesso também se deve aos 130 expositores de Fraiburgo e Estados vizinhos, entre eles, Paraná, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e São Paulo. “Uma parceria que trouxe um sentido maior a nossa festa”,disse a prefeita complementando que o sentimento não poderia ser diferente de orgulho. “Viemos com uma ideia arrojada, com um plano ambicioso e em tempo recorde conseguimos realizar um evento dessa magnitude. Grandioso não só pelos resultados, mas também pelo trabalho dessa equipe que sincronizou perfeitamente nossos servidores e a empresa Bshow, organizadora da festa. Cumprimos a promessa de reescrever um novo capítulo na história de Fraiburgo”, concluiu a prefeita, reafirmando que a festa entra novamente no calendário de eventos do município, passando a ser realizada a cada dois anos.

ABERTURA DA COLHEITA

Na tarde de sexta-feira, a Administração Municipal de Fraiburgo em parceria com a Associação Brasileira de Produtores de Maçã – ABPM e outras entidades, realizaram oficialmente a Abertura da Colheita da Maçã.
Produtores, deputados federais, estaduais e autoridades locais prestigiaram o ato na empresa Fischer. A região de Fraiburgo possui cerca de 3.500 hectares de maçã, o que representa cerca de 20% da produção da fruta no Estado. Anualmente são processadas aqui aproximadamente 200 mil toneladas, resultando num faturamento na casa dos R$ 500 milhões. A cadeia gera ainda cinco mil empregos nas etapas de colheita e classificação.

Fonte: Município de Fraiburgo

X