XI Semana da Escultura de Treze Tílias

A escultura em Treze Tílias é uma tradição que começou já na vinda dos primeiros imigrantes tiroleses no ano de 1933, quando o fundador da colônia Andreas Thaler encomendou um presépio esculpido por seu irmão Georg Thaler para a celebração da primeira Missa de Natal na nova colônia.

No primeiro grupo de imigrantes também estava Andrä Thaler,  filho de Andreas Thaler, que com o passar dos anos dividia seu tempo entre as atividades agrícolas e artísticas, dedicando-se em trabalhos de escultura e pintura em óleo sobre telas.

Dentre os escultores que se destacam na história de Treze Tílias temos Josef Moser, que formou-se em escultura pela Academia de Artes de Munique e chegou na colônia no ano de 1935, trabalhando durante 20 anos principalmente com temas sacros.

Johann Bachler foi aprendiz de Josef Moser e iniciou suas atividades por volta de 1940, realizando trabalhos com esculturas sacras, seculares e também grandes lustres.

Gotfredo Thaler começou a esculpir com seu pai Andrä Thaler. Em 1967 foi para a Áustria em busca de aperfeiçoamento técnico. Em Treze Tílias  trabalhou principalmente com arte sacra em esculturas de grande porte. Como obra de maior destaque teve o Cristo da Igreja Dom Bosco, de Brasília.

As esculturas tem os mais diversos temas, mas foi a arte sacra que fez com que Treze Tílias ficasse nacionalmente conhecida, o que certamente contribuiu com o desenvolvimento do turismo na cidade, que tem o título de “Capital Catarinense dos Escultores e Esculturas em Madeira”.

Para comemorar essa tradição a Prefeitura de Treze Tílias, através a Secretaria de Turismo, Industria e Comércio promove a  XI Semana da Escultura, o evento acontecerá de 01 a 05 de março e conta com apresentações culturais exposição e vendas de esculturas.

 

Maiores informações:

Secretaria de Turismo, Industria e Comércio de Treze Tílias

Tel: (49) 3537 0997
E-mail: turismo@trezetilias.sc.gov.br

X